Sexo casual - liberdade sexual feminina

02:14

                                   

O tema da vez é algo que vem tornando-se uma polemica sociedade. Não o sexo casual em si, mas a liberdade sexual feminina. Após um tempo vendo esse tema ser discutido em diversos lugares, e uma edição especial da revista “Superinteressante”, resolvi fazer essa postagem abordando um tema que me é conveniente, e como grande parte das leitoras dos blogs são mulheres acho que seria algo útil.
Para muitos o sexo casual em si acaba sofrendo um preconceito desde sempre, pois trata como uma forma de usar o próximo para saciar os desejos sexuais, porém a liberdade sexual masculina é algo comum na sociedade, e glorificada entre eles.  Com o passar dos anos muitas mulheres vem ganhando liberdade, conquistando seu lugar na sociedade e tendo coragem de impor seus direitos e vontades. Na reportagem abordada pela Superinteressante, o tema é sobre estupro, onde pesquisas apontam que boa parte da sociedade aponta as atitudes das mulheres como imã para ser estuprada, seja pelo seu andar na rua, pela cor do seu batom ou pelo tamanho de sua roupa.  É graças a esses tipos de pessoas que começam a criar os movimentos feministas, não sou todas as pessoas que pensam dessa forma, e muitas mulheres se ofendidas por não poderem se comportar da forma que acha correto.  Eu como uma pessoa que apoia o feminismo, e frequento muito casas noturnas sei como é ruim você estar voltando de uma festa com uma saia curta e receber olhares de desaprovação.   Muitas das pessoas que julgam quase 40% são as próprias mulheres, a maioria de outras gerações, mulheres acostumadas a serem submissas aos homens desde novas.
Nos últimos tempos a luta das mulheres é por outro tipo de liberdade, a Sexual. Nem toda mulher é casada ou namora, nem todas querem isso e vivem muito bem com elas mesmas, focadas em outros objetivos como sucesso profissional e pessoal. Como todo ser humano, assim como os homens nós mulheres também sentimos desejos sexuais, e com todo esse avanço de pensamento em referente a relacionamentos sérios muitas mulheres optam por sexo casual.
Como ocorrre o preconceito em relação a roupas curtas, a sociedade julga muito mulheres adeptas ao sexo casual, são consideradas promiscua, não servem para casar ou até mesmo vagabundas.   Isso é um tipo de pensamento machista que muitas mulheres também apoiam, o que dificulta a aceitação pela sociedade.
È necessário que a sociedade abra os olhos para as mudanças que vem ocorrendo ao longo dos anos, a independência feminina vem tornando-se foco de muitas mulheres, que sonham em ter seu emprego , sua casa , seu carro, fazer a viagem dos sonhos para talvez ter uma família. Isso não é obrigatório.
Mulheres têm sim sentimentos a flor da pele, mas com o tempo muitos homens deixaram a desejar e muitas de nós sofremos, a ponto de aprender a ser forte e independente, decidas, aprendemos a ter relação sexual sem nos apegar, sem pensar muito se vamos ter algo mais pra frente ou se nunca mais nos veremos.

Grande parte dos homens tem pensamento como “AH não quer transar no primeiro encontro, acho isso muito desnecessário”, “ A ela deu pra mim na primeira vez que saímos , ela é muito fácil”. E desse jeito roda o mundo, mas enquanto vocês pensam que somos fáceis, estamos seguindo nossa vida normalmente porque alias, aprendemos a ser assim com vocês. Aprendemos a ser assim por conta desse preconceito que tem sobre nós mulheres não podermos dormir com um cara sem a pretensão de namorar, casar, ter dois filhos e um cachorro que nem diz o Luan Santana. 

        

*fonte: http://super.abril.com.br/ciencia/estupro
http://www.vilamulher.com.br/sexo/liberdade-sexual-feminina-tabu-e-preconceito-8120.html

You Might Also Like

0 comentários

obrigada por seu comentário, e seja bem vindo ao blog
"Os centímetros a menos"