A gente só precisa de um encontro

19:00

Já cantava o bom Cartola “Deixe-me ir, Preciso andar, Vou por aí a procurar, Rir pra não chorar”. É que às vezes a gente só precisa de um encontro, com a gente mesma, com o nosso espelho, com a nossa verdade, com a própria alma.




Chega um momento que a gente precisa olhar para a vida e ver se é isso mesmo, não é?
Não tem como fugir, uma hora ou outra você vai olhar para tudo, e nada é pior do que perceber que você não se vê mais. Você se olha no espelho e simplesmente não entende como foi que chegou ali, como você foi parar onde está? É incrível como algumas situações fogem totalmente do nosso controle, não é mesmo?

Você já se viu sem saber o que fazer para sair e para mudar uma situação? Sabe quando você se sente com a corda do pescoço, mas por mais simples que tudo aquilo pareça, simplesmente não sabe como agir para tirar ela dali? Os sentimentos ficavam perdidos dentro de você, não sabendo o momento exato de aparecerem. Um misto louco de mágoa, rancor, tristeza, incerteza e era também amor, esperança nos dias, vontade de sair daquele estado daquele estado de procura, por algo, na verdade naquele estado de busca por você mesma, dentro de você.


Onde você está?

Tudo que era básico, tudo que era usado todo dia, tudo que era rotina, parecia esquisito. Já se sentiu entranho num habitat que sempre foi seu? Já se sentiu estranho olhando o seu próprio rosto no espelho? O reencontro com você mesmo, não é tão simples como contam os livros de autoajuda, nem tão complicados, ou sei lá. É pessoal, é seu, contigo, acho que só você pode falar, não é?  Eu só posso te garantir uma coisa, um dia a gente se encontra! A gente com a gente mesmo, a gente com o espelho, a gente com a nossa própria alma! Tem coisa melhor?


Coisa mais legal do que num belo dia, juntar tudo e se ver de novo?

Seja bem-vindo, ao início dessa viagem do seu encontro com seu eu! Ah, e se alguém por me perguntar, diga que eu só vou voltar DEPOIS QUE EU ME ENCONTRAR!

ME ACOMPANHE NO INSTAGRAM @BTOGNI



You Might Also Like

0 comentários

obrigada por seu comentário, e seja bem vindo ao blog
"Os centímetros a menos"